4G: A Vergonha Nacional – Parte I

Mudamos de endereço!! para ler as novas postagens acesse: www.cafedoprogramador.com

7721-135043998_800

Vou dividir este assunto em dois artigos, primeiro vou falar sobre o que é 4G e sobre algumas de suas diferenças em relação à 3G. Na segunda parte vou falar um pouco sobre as consequências da 4G no Brasil. Vamos começar!

Primeiro é preciso saber o que é a 4G e como ela funciona para depois saber por que ela tem grande potencial para ser um fracasso no Brasil. Muito se fala sobre a 4G, principalmente devido à Copa que se aproxima. O que pouca gente sabe é o significado de tudo o que é falado.

A 4G é uma tecnologia que extende a 3G adicionando mais largura de banda. Isso significa, grosseiramente falando, mais velocidade e outros serviços que não poderiam ser oferecidos pela 3G.

Diferenças entre 3G e 4G

Ambas, 3G e 4G são padrões de comunicação referentes à tecnologia wireless e que são definidos pelo Comitê Internacional de Telecomunicações (ITU-R). Ou seja, para oferecer  as tecnologias 3G ou 4G é preciso seguir rigorosos padrões internacionais, onde padrões está relacionado a forma como é feita a transmissão de voz e dados pela rede.

A diferença básica entre 3G e 4G está na velocidade com que os dados são transmitidos de um dispositivo para outro, assim como a qualidade do sinal para efetuar a transmissão. A tecnologia 3G é de terceira geração por isso 3 e foi usada pela primeira vez em 2001 no Japão oferecendo mais velocidade de transmissão de dados que sua antecessora 2G, que foi lançada na Finlândia 10 anos antes.

A 4G quarta geração foi lançada em 2010 com a intenção de tornar a transmissão de dados ainda mais rápida do que com o uso da 3G. Ela é capaz de oferecer velocidades até 5 vezes mais rápidas que a 3G permitindo acesso ininterrupto à internet com opções de download para vídeos e som em alta qualidade ou stream para programas de TV sem o irritante  “Carregamento de Buffer” Quem já tentou assistir algum streamming na internet sabe disso..

Uma das principais característica da 4G é que ela deve ser “IP-based”, grosseiramente falando, isso quer dizer que ela trata tudo a ser transmitido como se fossem dados, até mesmo voz. Dessa forma, por padrão e teoricamente, a velocidade oferecida deve ser de 100Mbps se você estiver em movimento segurando seu aparelho celular ou de 1Gbps caso você esteja parado em algum lugar em casa por exemplo.

Benefícios da 4G

  • Maior largura de banda, o que significa internet mais rápida;
  • Maior facilidade para assistir TV, ver vídeos, acessar mídias sociais, informações, entretenimento e lojas online;
  • Maior qualidade em vídeo conferências. Etc.

Por que precisamos da 4G

  • Para termos uma maior largura de banda e ficarmos mais próximos dos padrões internacionais;
  • Acesso a multimídia, tele conferências e outros sem interferências ou “cortes”;
  • Acesso a altas velocidade de Internet com baixo custo por bit. Será baixo mesmo?

Heei! espera, não acabou ainda… na segunda parte vou falar sobre a 4G no ponto de vista do Brasil e por que pode ser um  fracasso. Não deixe de ler! 

Sugestões?! Dúvidas?! Algo a acrescentar ou corrigir?! Deixe seu comentário, ficarei muito feliz.. 😀

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s